fbpx

Unidade Piloto: Rua Sadaa K. Saad Aboujaoude, 130 – São José do Rio Preto / SP

(17) 3500-3510 | (17) 3222-5465

Image Alt
  /  blog   /  Devo investir em estética?

OligoFlora

devo investir em estetica

Devo investir em estética?

Manter o cuidado com o corpo é uma preocupação cada vez mais frequente entre os brasileiros. Como aponta o Sebrae, “para o brasileiro, beleza não é apenas estar bonito por fora. Manter a aparência saudável reflete bem-estar interior. Para os negócios do setor, atender à nova demanda exige criatividade na hora de pensar alternativas que vão potencializar as experiências e sensações buscadas pelo consumidor”.
Isso explica o boom no mercado brasileiro de estética e beleza. Entenda a baixo o porque e como investir.

PANORAMA DO SETOR DE ESTÉTICA E BELEZA NO BRASIL

“Ao contrário de outros setores da economia que fecharam 2014 em baixa, o setor de beleza e estética surpreendeu a grande maioria, mostrando que ainda tem muito potencial para se investir e crescer. O setor fechou o ano passado com um crescimento de 77% e uma movimentação de cerca de R$136 bilhões segundo o Sindicato dos Empregadores em Empresas e Autônomos em Estética e Cosmetologia do Estado de São Paulo (Sindestética)”, aponta a Revista Gestão e Negócios.

Ocupante do 2º lugar no ranking entre os países de consumo dos produtos e serviços de beleza, atrás apenas dos Estados Unidos, o Brasil representa 9,4% do mercado consumidor do mundo. Segundo dados da Abihpec – Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, esse setor cresceu 11% ao ano e movimentou R$ 101 bilhões em 2014.

Vale ressaltar que os microempreendedores individuais (MEIs) ligados aos serviços de beleza, entre 2010 e 2015, tiveram um incremento no número de registro de 567%, passando de 72.309 para 482.455 em janeiro deste ano de acordo com pesquisas do Sebrae. Foi a categoria que mais cresceu neste último ano e tende a crescer de 7,5 a 9% em faturamento no ano de 2015 como mostram as projeções da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

O panorama desse segmento no Brasil se mostra promissor apesar da instabilidade econômica e da alta das moedas estrangeiras.

MAS EM QUAL EMPRESA DEVO INVESTIR?

Para suprir a demanda, o número de empresas que oferecem serviços e produtos ligados ao setor cresce exponencialmente como mostram os dados citados anteriormente. Mas como saber em qual investir já que todas parecem iguais?

Veja abaixo algumas dicas para serem usadas na hora de você escolher em qual empresa investir.

  1. Leve em consideração optar por uma empresa que seja uma rede de clínicas. Por ser numerosa e já ter marca estabelecida no mercado, geralmente a empresa que é rede de clínicas possuem mais para oferecer. Além de ter a experiência que você precisa para iniciar o trabalho, transmite o know-how necessário para executar os tratamentos e apresenta nome com peso e reconhecimento.
  2. Busque por uma rede no mercado que tenha diferencial. Ter algo que salte aos olhos e saia do comum é o mais importante. O segmento de estética, apesar de inovador, pode ser facilmente confundida com “mais do mesmo”, isto é, várias ofertas sem nada diferente e, nos piores casos, com futilidade.

Por isso, é importante encontrar uma marca que:

  • seja criativa para lidar com as queixas estéticas trazidas pela demanda;
  • pense em maneiras alternativas para potencializar as experiências e sensações buscadas pelo consumidor;
  • compreenda o brasileiro uma vez que, para ele, beleza não é apenas estar bonito por fora, é manter a sua aparência saudável que reflete seu bem-estar interior;
  • invista em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D);
  • lida com a estética pensando na saúde do indivíduo.

3. A Clínica precisa ter um modelo de negócio adequado à realidade do mercado brasileiro. Não adianta ser uma marca reconhecida e com diferencial maravilhoso se os preços não são coniventes com o bolso do consumidor.

CONCLUSÃO

Os números apontam que o segmento de estética e beleza é sim um ramo para se acreditar e investir. Talvez seja porque ele nutre a necessidade social das pessoas de hoje: em terra onde a aparência é supervalorizada, quem cuida do seu corpo é exaltado.

Mais uma dica para quem decidir investir nesse setor: seja curioso, ouça outras fontes, pesquise sobre o mercado, esteja atento às notícias e converse com quem já está no ramo para conhecer mais sobre o assunto.

Encontre a unidade mais próxima de você e agende uma avaliação gratuita.